Marcelo Vieira – Política comentada e atualidades

Notícias, informações, entrevistas, reportagens e furos sobre política.

Busca em todo o site

Roberto Costa em quem dá as cartas agora

Por Marcelo Vieira Política
 





Pelo visto o PMDB, partido da ex-governadora Roseana Sarney e do ex-candidato derrotado ao Governo do Maranhão, Lobão Filho, seguirá dividido para a eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa.

A recém-eleita deputada estadual Andrea Murad foi a primeira a se posicionar publicamente. A filha do ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, deixou claro que trabalhará pela efetivação de uma nova candidatura à presidência da AL, que até o momento, apresenta apenas o deputado eleito Humberto Coutinho (PDT) como candidato único.

No entanto, nesta quarta-feira (24), o deputado estadual Roberto Costa (PMDB) se posicionou sobre a eleição do Legislativo e foi no sentido contrário do que afirmou Andrea Murad.

Roberto Costa, que é presidente do PMDB de São Luís, assegurou que não tem nenhuma restrição contra a candidatura de Humberto Coutinho e que apenas exigirá o cumprimento de um acordo já existente nos demais cargos da Mesa Direta baseado na proporcionalidade da Casa.

“Não tenho qualquer tipo de restrição ao nome de Humberto, nem a intenção de me opor a ele. A condição que acho que devemos exigir é de que sejam garantidos espaços na Mesa Diretora, proporcional ao tamanho e à força de cada bancada. Sendo respeitado isso, acredito que não há porque se opor a Humberto” afirmou Roberto Costa ao PMDB.

O PMDB ainda elegeu outros dois deputados, Nina Melo e Max Barros, que ainda não se posicionaram oficialmente. Só que pelas informações do Blog, Max Barros tende a se aproximar mais do discurso de conciliação de Roberto Costa. Já Nina Melo, ainda permanece como uma incógnita.

Agora, se o PMDB que teoricamente deveria ser o partido para fazer Oposição a candidatura de Humberto Coutinho, pela sua força e expressão, seguirá dividido, imagina os demais.

Pelo visto, o talvez único empecilho seja de fatos os deputados novatos, mas no mais, Humberto Coutinho caminha leve e solto para sua eleição tranquila em 02 de fevereiro.

Blog do Jorge Aragão 

Instituto Lógica organiza confraternização com o grupo “Movimentando na Maturidade”

Por Marcelo Vieira Política
 





Nesta quarta-feira(24), no auditório do Parque Folclórico da Vila Palmeira, o Instituto Lógico realizou a festa de confraternização do grupo “Movimentando na Maturidade”. O grupo, que já existe há três anos, e desenvolve um trabalho com idosas residentes nas áreas do Barreto, Vila Palmeira e adjacências.

“Esse projeto é um dos vários desenvolvidos pelo Instituto, entidade sem fins lucrativos, que tem como função precípua contribuir com o Poder Público nas áreas de educação, cultura, esporte e assistência social”, informou o idealizador e coordenador do Instituto, o matemático Itamilson Lima.

Os encontros acontecem de segunda a sexta-feira, com uma programação diversificada, incluindo oficinas de canto coral, eventos motivacionais, orientações sobre saúde, já que profissionais da área de educação física realizam um trabalho que vai desde o alongamento, passando pela caminhada e, ainda, ginástica localizada, debates de temas de interesse dos idosos, passeios e atividades ao ar livre em locais como a Fazendinha, o complexo aquático Val Paraíso, Sítio Piranhenga e outros.

Além das atividades acima elencadas, o Instituto também oferece ao grupo, a participação em oficinas, como de trabalhos manuais, alimentação saudável, arranjos natalinos, arranjos carnavalescos, auto cuidado do idoso, bem como orientação espiritual.

“Na realidade, sabemos que o envelhecimento populacional hoje é um fenômeno universal. Todos nós iremos envelhecer, consequentemente, nos tornarmos uma pessoa idosa. Portanto, a partir desta constatação, é primordial que o governo e a sociedade civil procurem estabelecer políticas e estratégias que contemplem o envelhecimento ativo e saudável, situação essa que estamos nos dispondo a promover”, pontuou Itamilson Lima.

Atendendo pedido do vereador Astro de Ogum, morador do Barreto, e parceiro na manutenção do projeto, o grupo realiza suas atividades na área do Parque Folclórico da Vila Palmeira, em um espaço cedido pela Federação de Umbanda do Maranhão.

“Sabemos que são grandes as dificuldades financeiras que assolam os moradores dos bairros periféricos, por isso, na medida do possível, procuro ajudar projetos que tenham como escopo melhorar a qualidade de vida dos meus vizinhos , seja criança, adulto ou idoso”, pontuou o vereador.

Desde o início do projeto, o Instituto Lógica tem conseguido resultados satisfatórios no trabalho que se propôs a fazer. Uma prova disso é a parceria firmada com a Secretaria Municipal de Saúde, a qual disponibiliza profissionais da área para realizar avaliações médicas, facilitando, assim, o acesso das idosas aos serviços de saúde.

Que o diga a aposentada Maria do Espírito Santos, 70 anos. Distribuindo charme e alegria, dona Maria conta que antes de entrar para o grupo era triste e depressiva.

“Aqui reaprendi a viver. Além da depressão, fui diagnosticada com mal de Parkinson, no entanto, após a minha inserção no grupo, sou outra pessoa. Sou alegre e feliz ao lado das minhas companheiras. Hoje tenho 70 anos, mas apenas na idade, pois meu espírito é de uma mulher 30 anos mais jovem”, disse sorridente.

Integrante do coral, Domingas Rodrigues Moraes, 74 anos, residente na Vila Palmeira, comunga do mesmo pensamento de dona Maria. “Depois que fui convidada para o grupo, descobri que mesmo na terceira idade, podemos ter alegria e disposição para viver. A idade não pode nos deixar triste, pelo contrário, tem que nos encher de orgulho e alegria, já que representa as experiências ao longo de toda uma vida”, finalizou Domingas.

Após a apresentação do coral, foi realizado a entrega de lembranças a cada uma das participantes e, em seguida, o sorteio de brindes, como multiprocessador, churrasqueira elétrica e outros. Um apetitoso coquetel marcou o encerramento do evento. Após o recesso para as festas de final de ano, as atividades voltarão na primeira semana de fevereiro de 2015.

 

Sem lenço e sem documento, Ricardo Murad terá que procurar partido para ser candidato a prefeito

Por Marcelo Vieira Política
 





O deputado estadual Roberto Costa (PMDB), em uma roda de conversa com jornalistas, comentou as insinuações do deputado Ricardo Murad (PMDB) em se candidatar a prefeito de São Luís.

O partido é presidido no Maranhão pelo senador João Alberto Souza. Costa, que é o braço direito do senador, avisou que existem outros interessados em disputar a prefeitura dentro da legenda, por isto, Murad teria que respeitar a fila.  Para Roberto, Murad, como todo filiado terá que respeitar o comando da legenda e a fila de espera.

Embora não queira dizer de forma explícita, Costa deixou claro que se o ex-secretário estadual de Saúde quiser ser candidato a prefeito, terá que procurar outro partido.

Blog do Clodoaldo Corrêa

Governador Arnaldo Melo encaminha mensagem de Natal a maranhenses

Por Marcelo Vieira Política
 





“Queridos maranhenses, homens, mulheres, jovens e crianças da nossa terra.

É com muita alegria que desejo a todos um Natal de luz.

Renovo a minha esperança de ver um Maranhão ainda mais forte e desenvolvido, com o sentimento de irmandade entre todos, pelo bem do nosso Estado.

Que Deus nos permita o amor e a humildade para construirmos um 2015 de muitas bênçãos a todas as famílias maranhenses”.

Postura de Wellington reforça independência de Eliziane…

Por Marcelo Vieira Política
 





A posição política que o presidente municipal do PPS em São Luís, deputado estadual eleito Wellington do Curso, tomou em relação à Assembleia Legislativa é também uma declaração de independência do novo governo.

Ao defender a participação ativa dos novos deputados no debate sucessório da Assembleia, Wellington reforça, também, a postura de independência da deputada federal eleita Eliziane Gama, que preside o PPS no estado.

Wellington do Curso é hoje o principal aliado de Eliziane no partido. E como tal, tem se portado como o mais leal dos companheiros partidários da parlamentar em todos os tempos.

Empresário bem sucedido e reconhecido no ramo educacional, independente em relação ao futuro governo, o futuro deputado tem cacife par voos próprios, inclusive no lugar da própria Eliziane Gama.

Disposto a disputar o comando da Assembleia, nem que seja apenas para dar um contraponto à candidatura do também deputado eleito Humberto Coutinho (PDT), Wellington mostra-se pronto, também, a entrar na disputa por São Luís, se a deputada, por uma questão ou outra, não se inviabilizar.

Mas esta é uma outra história…

Blog do Marco D’Eça

Alberto Filho cai e Julião Amim é deputado federal

Por Marcelo Vieira Política
 





O ministro Dias Toffoli, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu hoje (23) mandar computar os votos do candidato a deputado federal Deoclides Macedo (PDT) e, com isso, garantiu o mandato de Julião Amin (PDT), que havia ficado na primeira suplência em virtude da anulação dos votos do colega de partido, ex-prefeito de Porto Franco.

O próprio TSE já havia confirmado decisão da ministra Maria Thereza Moura e mantido o indeferimento do registro de candidatura de Deoclides (reveja) – ele teve anulados os mais de 55 mil votos recebidos em virtude da cassação do registro por rejeição de contas pelo Trbunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão.

O pedetista, no entanto, recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF), alegando que as contas foram aprovadas pela Câmara (leia mais). Essa ação levou o presidente do TSE a decidir, monocraticamente, pela validade dos votos, sob pena de o ex-prefeito ser prejudicado caso o recurso seja julgado procedente.

Assim, válidos os mais de 55 mil votos de Deoclides, o PDT garante a eleição de Julião Amin, que estava como primeiro suplente, e tira do páreo Alberto Filho (PMDB), que já foi até diplomado pela Justiça Eleitoral.

Blog do Gilberto Léda

Herdeiros dos clãs chegam sem moral na Assembleia

Por Marcelo Vieira Política
 





Os deputados eleitos Adriano Sarney (PV) e Andréa Murad (PMDB) surgem como promessas da política maranhense, pelo menos essa é a ideia que seus país, Zequinha Sarney e Ricardo Murad, respectivamente, tentam passar.

Mas na verdade, os dois parlamentares chegam mesmo é com o peso estigmatizado de seus sobre nomes. Falta preparo a ambos para encarar uma base governista forjada nos pesados embates travados na tribuna da casa.

É claro, que Adriano Sarney e Andréa Murad serão orientados e treinados por seus país, mas uma Andréa Murad nunca chegará sequer a metade do nível do pai, nem no conhecimento e nem na cara de pau .

Os dois herdeiros dos clãs Sarney e Murad passarão por maus bocados na Assembleia Legislativa. Sempre que tentarem fazer oposição, terão que conviver com as acusaçõ0es de que lhes falta  condições moral para acusar o governo Flávio Dino.

E o que não irá faltar serão acusações…