Luis Fernando Silva na região Tocantina

Na última quinta-feira,28, o secretário chefe  da Casa Civil, Luís Fernando Silva, acompanhado do secretário de Articulação Política, Hildo Rocha, fizeram incursões políticas nos municípios de Imperatriz, Açailândia e Itinga do Maranhão, na região Tocantina.

As visitas aos principais municípios da região devem ser tornar mais freqüentes. A estratégia do governo é se reaproximar dos grupos aliados nas articulações para as eleições municipais de 2012.

O outro ponto é tornar o chefe da Casa Civil mais conhecido e fortalecê-lo no interior do estado visando a sucessão de Roseana, já que o seu nome deve ser o escolhido pelo grupo da governadora para as eleições de 2014.

Durante sua passagem por Açailândia, eles se reuniram com os dois principais grupos políticos da base do governo estadual no município. Capitaneados pela ex-prefeita Gleide Santos e pelo suplente de deputado estadual Sérgio Vieira, respectivamente. Em Itinga,  eles visitaram a prefeita Veti Botelho.

Na sexta-feira, Luis Fernando Silva participou da nona edição do Seminário Regional de Lideranças, na cidade de Imperatriz.

Participaram do evento prefeitos, vereadores, lideranças municipais, secretários de Estado e representantes do Poder Legislativo, onde discutiram as demandas da Região Tocantina, que deverão constar no Plano de Governo para o período de 2012 a 2015.

 

 

 

Troca-troca:Pinto apóia decisão de Roberto Rocha

Durante conversa com jornalistas após coletiva com o governador Eduardo Campos , no plenarinho da Assembleia Legislativa, o deputado Pinto Itamaraty(PSDB) disse ontem apoiar a decisão do ex-deputado e ex-companheiro de partido de se filiar ao PSB.

Segundo Pinto, Rocha enfrentava dificuldades para se movimentar dentro da legenda o que não era compatível com um político de sua estatura e importância para cenário estadual. E que ele precisava de um novo momento.

O parlamentar disse ainda que não vê problemas em Roberto Rocha disputar as eleições de 2012 contra o prefeito tucano João Castelo. Para ele, quanto mais candidatos na disputa melhor, inclusive para que o prefeito trabalhe ainda mais. “E quem ganha com isso é população”, declarou.

Pinto também deixou claro que existe rusgas entre o PSDB e o prefeito João Castelo, mas que espera que tudo seja resolvido com a diálogo entre as partes.

Presença de Eduardo Campos foi uma intervenção “branca”

“Esse projeto não precisa de velório, já nasceu morto”

A presença do governador do Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, no ato partidário realizado na noite de ontem, que marcou a filiação do ex-deputado tucano Roberto Rocha no PSB, confirmou que o que houve na verdade foi uma intervenção branca da direção nacional, que impôs a entrada de Rocha na legenda.

Não é novidade para ninguém que a maioria do grupo socialista liderado pelo deputado Marcelo Tavares e pelo ex-governador José Reinaldo sempre foram contra a entrada de Rocha nos quadros do PSB.

Apesar de tentar minimizar suas diferenças, Marcelo nunca escondeu sua insatisfação com Roberto Rocha pro ter saído candidato ao Senado em 2010, o que teria atrapalhado as pretensões do tio, Zé Reinaldo de se tornar senador.

Ficou claro também que tudo não passa de uma articulação para ajudar muito mais uma possível candidatura de Flávio Dino em 2014 do que uma candidatura de Rocha em 2012.

Outro ponto que contribuiu com saída de Rocha do ninho tucano foi sua relação com o prefeito João Castelo, estremecida por vários motivos, entre eles a falta de diálogo e espaço.

Sem mandato, a decisão de trocar o PSDB pelo PSB pode ter sido a melhor saída para sobrevivência política de Rocha.

O blog apurou que o evento não convenceu. A platéia que lotou o auditório foi atraída mais pela presença de Eduardo Campos do qeu para prestigiar a filiação de Roberto Rocha.

 “Esse projeto não precisa de velório, já nasceu morto” declarou uma importante liderança política.

  Com a língua solta

A besteira da noite ficou por conta do deputado federal Ribamar Alves. Empolgado, o parlamentar anunciou as candidaturas a prefeito de Luciano Leitoa em Timon, Roberto Rocha em São Luís e dele mesmo em Santa Inês.

Até aí tudo bem.  O vacilo foi afirmar que o governador Eduardo Campos será candidato a presidente em 2014, mesmo depois do governador  negar que seria candidato, durante entrevista coletiva momentos antes do ato de filiação de Roberto Rocha.

Eduardo Campos nega, mas é claro que o partido se movimenta para viabilizar sua candidatura a presidente. O que não pode é o governador falar uma coisa e em seguida ser desmentido.

Governador Eduardo Campos participa de evento político na Assembleia

O governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, fez nesta quinta-feira (28), durante um ato partidário promovido nas dependências da Assembleia Legislativa do Maranhão, um rápido balanço da sua administração. Ele foi recebido pelo 1º Secretário da Casa, deputado Hélio Soares (PP).

 Reeleito com 82,83% dos votos válidos, em 2010, Campos disse que seu governo, atendendo reivindicações antigas do povo pernambucano, soube investir em todos os setores, além de resgatar a auto-estima do funcionalismo público.

 “Estabelecemos metas para todos os setores da administração. Cada escola, por exemplo, tem que alcançar os índices estabelecidos pelo Ideb. Se consegue, no final do ano o Governo do Estado paga o 14º salário dos profissionais do magistério. O funcionário público precisa se sentir prestigiado e este tipo de ação visa justamente alcançar este objetivo”, afirmou.

 Questionado sobre as eleições de 2014, o governador pernambucano deixou transparecer que não pretende concorrer ao cargo de presidente da República. “Meu único objetivo é cumprir meu mandato de governador e continuar trabalhando por Pernambuco. Eu e o meu partido somos aliados da presidenta Dilma. Se em função de uma decisão pessoal ela [Dilma] não quisesse disputar a reeleição, avalio que nesta fila tem pessoas extremamente qualificadas, como é o caso do próprio ex-presidente Lula”, finalizou.

 Agência Assembleia

Clodomir Paz apresenta ao CDL ações de melhorias no trânsito de São Luís

Apresentar soluções e projetos que resultem em melhorias para o trânsito e transportes da capital. Esse foi o principal objetivo da exposição do secretário municipal de Trânsito e Transportes de São Luís, Clodomir Paz, ao Clube de Diretores Lojista (CDL), no Grand São Luís  Hotel.

A exposição aconteceu durante um almoço com empresários onde Clodomir Paz destacou as ações e os projetos para a melhoria da mobilidade em trânsito e transportes da cidade.

No primeiro momento, o assessor do CDL, Antonio Froes, apresentou sugestões de intervenções para o trânsito de São Luís, oriundas da classe empresarial. Em seguida, a  presidente da entidade, Socorro Noronha, afirmou que essas intervenções vão viabilizar a fluidez do trânsito e, consequentemente, trazer agilidade às atividades desenvolvidas pelo comércio na capital.

Clodomir Paz iniciou sua explanação apresentando as ações de sinalização horizontal e vertical, além das adequações físicas que serão executadas nas avenidas da cidade seguidas da segunda etapa da substituição dos semáforos com lâmpadas incandescentes por semáforos a LED.

Em relação ao transporte coletivo, Clodomir Paz destacou a renovação da frota com a inserção 280 novos ônibus, o que resultou na redução da idade média da frota para 6,1 anos. Isso também proporcionou um aumento de 40% da frota com acessibilidade para deficientes físicos. Junto a essas melhorias, os abrigos danificados serão recuperados e mais 250 novos serão implantados nas principais avenidas e corredores de ônibus da cidade, garantindo maior conforto aos usuários do transporte.

Licitação no transporte – Outra medida enfatizada pelo secretário foi a instituição de uma comissão para realizar estudos visando à licitação de serviços de transportes púbico de São Luis, com o intuito de oferecer melhor serviço à população com frotas modernas e adequadas à demandas da comunidade, além de realizar melhorias físicas e logísticas nos cinco Terminais de Integração.

Dentro dos projetos de melhorias de trânsito e transportes, Clodomir Paz destacou ainda o novo corredor urbano de São Luís, cujo projeto terá como finalidade a circulação de BRT (Bus Rapid Trânsit), veículos articulados  com capacidade de 300 passageiros em corredor exclusivo, dotado de estações de embarque e desembaque; plano diretor de mobilidade e acessibilidade da área central da capital que visa regulamentar as áreas de carga e descarga em estabelecimentos comerciais na cidade.

Para finalizar, o secretário Clodomir Paz destacou que muitas das sugestões apresentadas pelo CDL já estão sendo contempladas nos projetos a curto prazo da SMTT e que as sugestões serão estudadas e, de acordo com a sua viabilidade legal e técnica, serão respondidas ao Clube de Diretores Lojistas de São Luís e à população.

 Da assessoria

Prefeitura de Paço decreta feriado nesta sexta-feira e anuncia pagamento de servidores com abono PIS/PASEP

 

A prefeita de Paço do Lumiar, Bia Venâncio, decretou ponto facultativo, nesta sexta-feira, 29, após o feriado estadual em comemoração à Adesão do Maranhão à Independência do Brasil, comemorado nesta quinta-feira, 28.

A prefeitura ainda anunciou para o próximo sábado, 30, o pagamento dos servidores públicos municipais referente ao mês de julho, junto com o abono PIS/PASEP. Com o decreto, nesta sexta-feira funcionarão somente os serviços essenciais de urgência, saúde, limpeza pública. No sábado, 30, todos os servidores de toda a administração municipal terão o pagamente de seus referidos salários junto com o abono PIS/PASEP (para quem tem direito a este beneficio).

Esta é uma forma da Prefeitura valorizar e priorizar os servidores, com o pagamento antecipado no mês vigente. No próximo mês, a prefeita Bia Venâncio, vai reunir com sua equipe de técnicos para elaborar o calendário de pagamento ara o servidor municipal de Paço do Lumiar, calendário que será amplamente divulgado.

Assessoria de Comunicação

Paulo Neto na disputa em Chapadinha

 O ex-deputado Paulo Neto (PSL) disse ao blog na semana passada que está estudando a possibilidade de sair candidato a prefeito no município de Chapadinha.

Em conversa com o titular do blog, ele levantou a hipótese de ser uma terceira via. Hoje a disputa está polarizada entre a prefeita Danúbia Carneiro e Belezinha, que pertence ao grupo do ex-prefeito Isaías Fortes.

Paulo Neto não confirmou, mas sua pré-candidatura pode ser uma estratégia do grupo de Roseana para minar a força eleitoral do grupo de Isaias e ajudar a prefeita Danúbia a se reeleger.

O deputado Magno Bacelar, marido da prefeita, tem feito de tudo para defender o Governo Roseana   na Assembleia Legislativa.

Quem sabe essa seria uma das formas de ajudar na reeleição de Danúbia Carneiro

André Fufuca diz que AL teve ganho com a luta por novos municípios

O presidente da Comissão de Assuntos Municipais e de Desenvolvimento Regional, André Fufuca (PSDB), considera que a Assembleia Legislativa obteve, no primeiro semestre de 2011, um ganho considerável ao retomar a luta pela criação de novos municípios. “Esta luta estava como se fosse um gigante adormecido, que despertou graças à iniciativa desta Casa, e empolgou o Maranhão inteiro”, declarou.

 Para André Fufuca, o surgimento de 126 projetos de emancipação de povoados mostrou que é viável a criação de novos municípios no Estado e, por conta desta constatação, surgiu naturalmente o Movimento Maranhense em Defesa de Novos Municípios.

 André Fufuca explica que o Movimento Maranhense em Defesa de Novos Municípios foi criado no mês de novembro de 2010 com o objetivo de aglutinar comunidades em torno de um interesse comum: a criação de novos municípios. Dos 126 municípios que pleiteiam a emancipação, 43 estão filiados ao movimento.

 A determinação das lideranças deste movimento é ressaltada pelo deputado André Fufuca. Ele avalia que a iniciativa contrariou os discursos que apontavam a criação de novos municípios como uma matéria de puro interesse político. “O movimento mostrou que, ao contrário do que se pensava, a criação de novos municípios não é um desejo da classe política, mas da população”, afirmou.

 A determinação do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), e da Mesa Diretora da Casa em tomar medidas para avançar no processo de criação de municípios, através da promulgação de um projeto de resolução administrativa, também foi destacada pelo deputado André Fufuca, para quem a criação de novos municípios serve como medida certa para a melhoria da qualidade de vida da população.

 De acordo com André Fufuca, até o final do mês de setembro, a Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional deverá apresentar parecer sobre todos os 126 pedidos de emancipação, com respectivos estudos de viabilidade.

Agência Assembleia

Lula critica imprensa e defende gastos em publicidade

Da Folha.com:

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu, na manhã desta quinta-feira, o gasto em publicidade dos governos para divulgar melhorias no serviço público.

Para ele, que visitou o hospital de traumatologia Dona Lindu, em Paraíba dos Sul (RJ), “o que é ruim tem preferência no noticiário”.

“Vocês têm a obrigação política com o povo do Rio e com quem não mora aqui de dizer o que estão fazendo aqui. Acho que isso é uma falta de opção nossa. Tem muita gente que fala: ‘Ah, você vai gastar dinheiro com publicidade?’ Enquanto você não gasta para fazer publicidade das coisas boas, gasta para fazer nota reexplicando aquilo que foi equivocadamente denunciado”, disse Lula, a uma pequena audiência no auditório do hospital.

Lula visitou a unidade, inaugurado em junho de 2010 que recebe o nome de sua mãe, Eurídice Ferreira de Mello, morta em 1980. De acordo com o governo do Estado, o hospital se tornou referencia em cirurgias ortopédicas em média e alta complexidade e é o que mais realiza cirurgias deste tipo na rede estadual.

“Normalmente o que é ruim tem prefrência no noticiário sobre o que é bom. Raramente você vê uma reportagem elogiando um hospital. O que é bom parte-se do pressuposto que é obrigação. Um hospital salvar vidas não é notícia, mas se morrer um é”, disse Lula.

O ex-presidente disse que a publicidade institucional “não é dizer que está tudo pronto”.

“Sabemos que ainda tem fila. Mas se o que melhorou, a gente não colocar para o povo saber, o povo vai ficar sabendo apenas aquilo que os outros querem que eles saibam. Tem muita coisa errada, mas [tem que] mostrar o que foi feito. Numa escada de 16 degraus, vocês chegaram a 8, 9. Tem que mostrar. A gente aprendeu com Chacrinha a muito tempo atrás: ‘Quem não se comunica, se trumbica'”.

Ao final da fala, Lula cobrou o secretário estadual Sérgio Cortez sobre a inauguração da nova sede do Into (Instituto de Traumatologia), cuja obra está atrasada.

“Desde o Humberto Costa (ex-ministro da Saúde) a gente está esperando”, queixou-se Lula. Cortes disse que o ministro Alexandre Padilha está definindo a data com presidente Dilma.

GAFE

Durante a apresentação, Cortes mostrou casos de pessoas amputadas que tiveram membros reimplantados no hospital. Numa das fotos, mostrava uma pessoa sem dedo, situação semelhante à ocorrida com o ex-presidente quando metalúrgico. A imagem provocou frisson no auditório.

Lula não se referiu ao episódio, mas disse que levaria um de seus filhos, de 40 anos, que sofre com próteses nos quadris.

Presidente da Câmara denuncia licitações do prefeito de Buriticupu

Do blog do Luis Pablo

A presidente da Câmara Municipal de Buriticupu, vereadora Maria José Silva e Silva, encaminhou para promotoria de Justiça do Ministério Público Federal do Maranhão, farta documentação com suspeitas de irregularidade abusivas da prefeitura do município.

Segundo a vereadora, o prefeito de Buriticupu, Antonio Marcos de Oliveira, o Primo, está facilitando no processo licitatário para algumas empresas ganharem as obras de pequeno, médio e grande porte no município.

De acordo com Maria José, das quatro empresas vencedores das licitações, duas são de um único dono.

João Carlos Teixeira da Silva é dono das empresas: Cross Construções e Servições Ltda. e Construtora Malta Ltda.

Na documentação, a vereadora aponta um fato grave de uma empresa que foi criada e após um mês ganhou uma concorrência pública no valor global de R$ 2.316.290,80 (dois milhões, trezentos e dezesseis mil, duzentos e noventa reais e oitenta centavos).