Complexo de Comunicação da AL poderá levar nome de Décio Sá

Blog do Luís Pablo

O Complexo de Comunicação, que será construído na Assembleia Legislativa do Maranhão, poderá levar o nome do jornalista Décio Sá.

Uma justa homenagem ao jornalista Décio Sá
Uma justa homenagem ao jornalista Décio Sá
Essa grande proposta partiu de uma indicação feita pelo deputado estadual Roberto Costa (PMDB) na última quinta-feira (26). A indicação do parlamentar deverá ser votada ainda nesta semana na Casa Legislativa.

Roberto Costa acredita que esta será uma justa homenagem, não somente à memória do jornalista, mas também para toda a categoria.

“Essa será uma forma de homenagear, não somente o Décio, que foi um grande jornalista e prestou relevantes serviços para a população e para a Assembleia Legislativa do Maranhão. A nossa intenção é a de também homenagear toda a classe de profissionais da comunicação que, com os serviços prestados, são verdadeiros instrumentos de democracia. O trabalho que os jornalistas hoje desenvolvem é muito importante para a eficácia do principio constitucional da transparência dos atos públicos” afirmou o deputado.

Décio Sá foi brutalmente executado na última segunda-feira, 23, em um bar na Avenida Litorânea. A Polícia segue com as investigações para elucidar o caso. Apenas dois suspeitos estão presos por envolvimento no crime. Mas nem o assassino e muito menos o mandante foram presos.

O caso ganhou repercussão nacional e até internacional. Entidades ligadas ao jornalismo chegaram a publicar notas e manifestos, repudiando a ação, entre elas a comissão de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU).

O Disque-Denúncia está oferecendo R$ 100 mil pela informação sobre os assassinos de Décio Sá. Qualquer pista pode ser passada pelos telefones 3223-5800, na capital, e 0300 313 5800, no interior do Estado. Não é necessário se identificar. Todas informações são mantidas em sigilo.

Bar onde Décio Sá foi morto tem grande queda de movimento

O Imparcial

Uma semana após o assassinato do jornalista Décio Sá, o bar que foi cenário do episódio viu o movimento e o quadro de funcionários diminuírem.

A gerente do Estrela do Mar, Ana Cristina Silva, disse que a clientela caiu mais que a metade no fim de semana, e que nos dias da semana não houve praticamente ninguém que parasse lá. “Só ficamos funcionando de terça à sexta mesmo porque o bar tem a estrutura toda aberta. Não dá pra fechar durante o dia, só se colocasse barreira de cadeira”.

O garçom e a cozinheira que trabalhavam no momento do crime, muito abalados com que viram, pediram demissão.

Segundo ela, toda a Litorânea está sofrendo com a má impressão deixada pelo caso. “Nos últimos dias, quando dá 20h a praia fica vazia. Isso não afeta só nosso bar, mas o local e até mesmo a cidade como um todo. Poderia ter acontecido em qualquer lugar”, afirmou.

“Precisamos de mais fiscalização, câmeras de segurança, viaturas. Sei que isso não se muda de um dia pro outro, mas alguma coisa precisa ser feita”.

Cachoeira pediu intervenção de Demóstenes na Educação

Da Folha

Gravações telefônicas feitas pela Polícia Federal mostram que o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) foi acionado pelo empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, para fazer lobby no Ministério da Educação, informa reportagem de Leandro Colon e Lúcio Vaz publicada na Folha desta segunda-feira.

O mantenedor da instituição é ligado a Cachoeira.

Tanto Demóstenes quanto Cachoeira não se manifestaram. O ministério disse que não há registro de pedido de audiência do senador com integrantes da cúpula da pasta no período da gravação.

Sarney homenageia e destaca trabalho desempenhado por Décio Sá

Blog do Luís Pablo

Na edição publicada neste domingo, 29, no Jornal O Estado do Maranhão, o presidente do Senado, José Sarney, homenageou e destacou o trabalho desempenhado por Décio Sá na internet.

Abaixo a crônica de Sarney:

Jornalista Décio Sá
Jornalista Décio Sá
“Dor e revolta foram os sentimentos com que recebi a notícia brutal do assassinato do grande jornalista maranhense Décio Sá. Ele era uma das mais fortes afirmações do talento, da coragem, do destemor e do brilhantismo do jornalismo de nossa terra. Impressionava-nos a dedicação, quase devoção, com que exercia sua profissão. Num momento de transformação dos instrumentos de comunicação, foi um pioneiro. Logo vislumbrou as potencialidades da internet e os instrumentos que ela oferecia para levar a notícia diretamente ao leitor e com ele estabelecer uma cumplicidade na avaliação dos fatos.

Logo se tornou um sucesso, e seu blog não só era um dos mais acessados do Maranhão, mas do Brasil. Fenômeno tão admirado que trouxe ao Maranhão experts da área com a finalidade de examinar os motivos de tamanho êxito. Por sua independência e competência, os blogueiros que iniciaram no portal Imirante.com passaram a ser conhecidos em todo o Brasil, e à frente deles estava Decio Sá.

Era uma personalidade afável, que vivia o mundo do jornalismo numa possessão de toda hora e de todos os minutos. No dia de sua morte, eu no hospital recebi um telefonema seu querendo saber de minha saúde e também atrás de notícias. Gostava de seu jeito inteligente e arguto, de sua energia que jamais anunciava que sua vida seria tão breve.

Presidente do Senado, José Sarney
Presidente do Senado, José Sarney
Esse é um crime que revoltou o país inteiro e teve repercussão mundial. É uma brutalidade, uma selvageria que não pode deixar de ser desvendada para punir esses hediondos criminosos e dessa maneira desestimular o banditismo. Está em jogo a liberdade de imprensa, a democracia e nossos valores morais.

O nosso jornal está ferido e menor com sua morte. Perdemos um companheiro brilhante, que honrava nossos quadros e cujo nome ficará na história do jornalismo maranhense como um mártir da imprensa, do direito de informar e da independência com que exerceu sua profissão, sua paixão pelo trabalho e sua vontade de servir a democracia.

A polícia do Maranhão tem um grande desafio e o está exercendo com determinação, inclusive em parceria com a Polícia Federal e todo o sistema de combate ao crime no país.

É uma exigência da sociedade e uma satisfação a todos nós, amigos e admiradores de Décio, a quem uma vez mais rendemos a nossa homenagem. Sua família pode ficar certa de nossa solidariedade nesse momento de dor que também é nossa a certeza de que sua morte levou um grande homem, jornalista, lutador e defensor da liberdade fundamental da democracia, a liberdade de imprensa”.

Passeata “Amigos e Leitores de Décio Sá” convida toda sociedade

Blog do Luís Pablo

Cerca de 15 outdoor (veja abaixo a imagem de um em frente a Assembleia) foram espalhados hoje, 28, pelos principais pontos de São Luís para convidar toda sociedade a participar da passeata “Amigos e Leitores de Décio Sá”.

A caminhada será na próxima terça-feira, no dia 1 de maio (feriado), quando completa uma semana da morte do jornalista e blogueiro Décio Sá, que foi brutalmente assassinado.

A passeata terá início às 10h no Parquinho da praia (próximo ao Hotel Pestana) e termina no bar Estrela do Mar, onde aconteceu o crime. Essa caminhada pela “PAZ e JUSTIÇA” é com o objetivo de chamar a atenção das autoridade, para o perigo que a população vem vivendo com a falta de segurança.

Caso Décio: Polícia invade o Barreto prende cinco e apreende duas motos roubadas

Nesse momento cerca de 100 policias das policias militar e civil cercam o barreto, um dos bairros mais perigosos da capital e dominado pelo tráfico de drogas. o grupo GTA da Polícia Militar  também dá apoio ao cerco.

Segundo as últimas informações que chegaram ao blog, cinco pessoas foram presas e duas motos apreendidas.

A operação no Barreto acontece momentos depois do assassinato do policial que fazia parte do grupo que investiga a morte de Décio Sá

Prefeito de Bacabeira sofre acidente na BR-135

SÃO LUÍS – O prefeito do município de Bacabeira, José Venâncio Correa Filho, sofreu um acidente na BR-135 no trecho do povoado Periz de Cima na madrugada deste sábado (28).

José Venâncio foi trazido para São Luís e está internado em um hospital particular. O prefeito teve escoriações no corpo e um profundo corte na cabeça. Segundo os médicos, o quadro de saúde dele é considerado estável e sem risco de morte.

De acordo com testemunhas, o prefeito estava em uma caminhonete e capotou o veículo quando voltava para casa. Ele teria recebido uma ligação de que sua residência estaria sendo assaltada.

Imirante.com

Assassinado policial que estava na investigação da morte de Décio Sá

Foi assassinado hoje pela madrugada um agente policial civil que estava participando da equipe que investiga  a morte do jornalista e blogueiro Décio Sá.

O nome do policial não foi revelado ao blog, mas informações obtidas dão conta de que a morte foi praticada nas imediações do Kabão, ambiente de festas na Beira Mar.

Policiais estão neste momento realizando uma pesada operação para prender um dos suspeitos que estaria no bairro Barreto. Aguarde em minutos mais detalhes.

 

Fenaj se retrata por verborragia de jornalista maranhense…

Blog do Marco D’Eça

A Federação Nacional dos Jornalistas pediu desculpas oficiais, hoje à noite, pelas ofensas do jornalista Emílio Azecedo ao povo maranhense.

– Informamos que já tomamos as providências necessárias para uma melhor definição do conteúdo que a página da FENAJ deve exibir e pedimos desculpas pela publicação inadequada – declarou a nota.

Maranhense, Emílio Azevedo aproveitou-se da morte do jornalista Décio Sá para fazer proselitismo pólítico contra o governo Roseana Sarney (PMDB) e acabou agredindo o estado em que mora.

O caso ganhou mais repercussão por que recebeu destaque na página da Fenaj no facebook, o que indignou a jornalista Rafaela Marques.

A indignação da jornalista elvou ao pedido de desculpas da entidade.

Abaixo, a íntegra da nota da Fenaj:

“Cara Rafaela,

A diretoria-executiva da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) lamenta que uma matéria reproduzida em nossa página no Facebook, na qual estão registrados comentários do presidente da FENAJ e de um jornalista do Maranhão, tenha ofendido ao povo maranhense. Tranquiliza-nos o fato de que as declarações, que provocaram a indignação registrada em sua carta, tenha sido do jornalista maranhense, mas isto não nos exime da responsabilidade de ter contribuido para dar maior divulgação a elas.
Informamos que já tomamos as providências necessárias para uma melhor definição do conteúdo que a página da FENAJ deve exibir e pedimos desculpas pela publicação inadequada.

Atenciosamente,

Maria José Braga
Vice-presidente da FENAJ

ONU emite nota de pesar sobre morte do jornalista Décio Sá

A comissão de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) emitiu nota de pesar, lamentando a morte do jornalista maranhense Décio Sá, na última segunda-feira (23), em São Luís. A declaração é de alta comissária para os Direitos Humanos da ONU, Navi Pillay.

O trecho a seguir foi enviado pelo seu porta-voz, Ruper Colville:

Estamos alarmados pela morte de mais um jornalista no Brasil, elevando para, pelo menos quatro, o número de jornalistas assassinados no país até agora. Décio Sá, um jornalista investigativo na política local, denunciava a corrupção e o crime organizado, foi morto a tiros em um bar em Segunda, 23 de Abril. Nós condenamos seu assassinato e estamos preocupados com o que parece ser uma tendência de assassinatos de jornalistas, o que prejudica o exercício da liberdade de expressão no Brasil.

Congratulamo-nos com o fato de que as autoridades estaduais se comprometeram a realizar uma investigação completa para este e outros casos semelhantes. Esperamos que esses casos sejam tratados como uma grande prioridade para que os autores não sejam encorajados pela falta de prestação de contas vigente para tais crimes. Ao mesmo tempo, instamos o governo a implementar, de imediato, medidas de protecção para evitar quaisquer outros incidentes do tipo.

Um projeto de lei apresentado ao Congresso, em 2011, ordenando as investigações da polícia em crimes contra os jornalistas sejam realizadas a nível Federal, seria um passo na direção certa. Esperamos que esta e outras medidas para proteger os jornalistas sejam adotadas como um assunto de urgência.