Posse de Edivaldo: oficialmente, a partir de amanhã, já se poderá cobrar

Blog do Marco D’Eça

Amanhã, no dia 1º de janeiro de 2013, finalmente Edivaldo Holanda Júnior (PTC) tomará posse da prefeitura de São Luís, dando início a seu mandato de quatro anos como gestor da capital.

Isso significa que oficialmente o prefeito eleito poderá ser cobrado segundo a visão de muitos que já comentaram aqui neste blog.

Porém, engana-se quem acha que qualquer crítica desta página será bem vinda aos holandistas a partir de amanhã.

Pois ainda teremos a desculpa de que a gestão está só começando e teremos que dar um tempo para as coisas acontecerem.

Pois bem,  relevemos os primeiros meses.

E depois?

Depois o trabalho ou a mudança têm que ser vista maciçamente, caso o contrário, não valerá a mudança e muito menos vai haver argumentos para se explicar.

A solenidade de posse de Edivaldo e seu vice, Roberto Rocha (PSB) está marcada para às 17h  na sede da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema).

Concluído secretariado de Holandinha…

Olímpio Araújo foi bem recebido pela juventude de São Luís

Depois de muita espera finalmente o prefeito eleito Edivaldo Holanda Júnior divulga o restante de sua equipe e conclui assim sua equipe de governo, que será a responsável em dova gestão e titar o ritmo da nova gestão e claro, apartir dela saberemos para qual rumo Holadinha tomará, o do sucesso ou do fracasso.

veja a lista:

TED LAGO – Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social

É empresário e empreendedor social. Formado em Administração de Empresas, com MBA em Gestão e Finanças pela PUC (RJ), fez especialização em gestão de processos industriais na Doemens Schule, em Munique, Alemanha.Foi um dos fundadores da Rede Latino Americana por Cidades Justas e Sustentáveis e do ICE-MA – Instituto de Cidadania Empresarial do Maranhão;

OLÍMPIO SILVA – Secretaria de Juventude

Cursou Ciências Sociais na Ufma com especialização em Gestão Pública (Unisul) e Gestão de Projetos (Unicsul). Aperfeiçoou-se em formação de governantes(EFG/UEMA/USP) e em capacitação de gestores de juventude pela Secretaria Nacional de Juventude da Presidência da República. Foi coordenador do DCE – Ufma e presidente da juventude socialista do PDT em São Luís, exerceu o cargo de coordenador municipal de juventude de 2005 á 2008 na prefeitura de São Luís, nessa época foi presidente do Fórum de Gestores de Juventude do Maranhão (Gejovem), e em 2009 assumiu a coordenação de Educação para o Trânsito – Detran –Ma. Atualmente é conselheiro estadual de juventude do Maranhão. 

JERRY GONÇALVES DE ABRANTES – Secretaria do Trabalho e Geração de Renda

Foi Secretário Municipal de Trânsito e Transporte de São Luís; Secretário Estadual Adjunto de Comunicação Social – MA; Chefe de Gabinete do Departamento Municipal de Estradas e Rodagens de São Luís; Assessor Especial da Prefeitura de São Luis; Assessor Parlamentar Legislativo na Câmara Federal.

MÁRCIO BATALHA JARDIM – Secretaria de Representação Institucional no Distrito Federal

Graduado em História pela UFMA, professor da rede estadual de ensino(MA), ex-vice-presidente da União Nacional dos Estudantes, ex-conselheiro do Instituto de Cidadania durante gestão no órgão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, secretário de relações institucionais e federativas da Prefeitura de Maricá(RJ), membro da direção nacional do Partido dos Trabalhadores. Integrou a assessoria do ex-governador Jackson Lago

MARCELO DE ARAÚJO COSTA COÊLHO – Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento

Formado em Comunicação Social-UFPI, Acadêmico de Direito- terceiro ano, CESVALE; Pós-graduação em Gestão pública -FAERPI, Especialista em Marketing, Propaganda e Publicidade-CEUT; Instrutor do Seminário Internacional EMPRETEC, Saber Empreender; Ministrante das palestras: O Mito Empreendedor e Cooperar para Vencer.

JOSÉ CURSINO RAPOSO MOREIRA – Secretaria Municipal de Planejamento

Economista formado pela UFMA.Especialização em Consultoria de Pequenas e Médias Indústrias. Ex-Secretário Adjunto de Planejamento e Orçamento da Prefeitura de São Luís; Secretário Adjunto de Planejamento do Governo do Estado Maranhão; Professor do Departamento de Economia da Universidade Federal do Maranhão

Maria Sueli Lobo Bedê Freire – Secretaria Municipal da Fazenda

Auditora Geral Adjunta da Prefeitura de São Luís no período de 1993 à 1997; Superintendente Executiva de Controle Interno, no período de 1997 à 2000;) Secretária de Administração, no período de janeiro de 2003 à maio de 2003; Secretária de Fazenda, no período de janeiro de 2003 à 04 de abril de 2008; Secretária de Planejamento no período de agosto de 2008 à dezembro de 2008;

ORLANDO DE ABREU MENDES – Presidente da Comissão Permanente de Licitação

Graduado em Direito (Uniceuma), Conselheiro Fiscal da Cooperativa de Desenvolvimento Social, Analista do Seguro Social do INSS – MA.

Homenagem a Joaquim Barbosa é recusada pelo Legislativo da Bahia

    Folha de S.Paulo

    Dominada pelo PT, a Assembleia Legislativa da Bahia recusou-se a homenagear o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, com o título de cidadão baiano.
    Barbosa, que é mineiro, exerceu carreira no Rio de Janeiro e em Brasília.

    Essas homenagens são aprovadas sem formalidades quando há acordo entre líderes das bancadas. A liderança do governo Jaques Wagner (PT) na Casa, contudo, não aceitou conceder o título.

    A proposição precisará passar agora em votação secreta pela Comissão de Justiça e só será apreciada novamente a partir de fevereiro, após o recesso parlamentar.

    Segundo o deputado Zé Neto (PT), líder do governo, o pedido feito por um integrante da oposição, no último dia 26, foi ‘de última hora’ e apenas para ‘criar polêmica’. ‘Já tínhamos uma lista com dez nomes encaminhados para aprovação’, afirma.

    Neto nega revanchismo. “Quem indicou Joaquim Barbosa para o Supremo fomos nós [PT]“, diz, antes de acrescentar: “Os mesmos que estão aplaudindo excessos [no julgamento do mensalão] foram os beneficiados pelo fechamento do STF na ditadura”.

    Para o autor da proposição, o deputado estadual Luciano Simões (PMDB), a recusa está ligada a uma “postura de vingança” de petistas.

    O presidente da Assembleia baiana, Marcelo Nilo (PDT), concordou com o veto à homenagem para Barbosa. O STF informou que o ministro não comentaria o assunto.

    Entre os nomes que receberam o título estão o deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) e o sérvio Dejan Petkovic, ex-jogador do Flamengo.

E agora, com que cara fica o Edison Lobão?

Por Paula Castro

Até a presidente Dilma Rouseff cansou das desculpas esfarrapadas do ministro Edison Lobão sobre os apagões, que têm sido a marca da sua longa gestão no Ministério das Minas e Energia – a parte que cabe ao PMDB nesse latifúndio em que foi transformado o Brasil.

Ministro Edison Lobão
Ministro Edison Lobão
Os fenômenos naturais sempre foram responsabilizados (a propósito: a natureza é responsável?) pelos apagões e racionamentos a que o país está submetido há mais de duas décadas. Conversa para boi dormir.

Enquanto ainda se especulava sobre o apagão de duas horas e dez minutos no aeroporto Antonio Carlos Jobim, o principal do Rio de Janeiro, a presidente admitiu o que o contribuinte (que paga uma energia elétrica das mais caras do planeta) só ainda não ousava proclamar: “Raio cai todo dia nesse País, a toda hora. Raio não pode desligar sistema. Se desligou, é falha humana. Não é sério dizer que a culpa é do raio. A nossa briga é para impedir que, quando o raio cai, o sistema pare”.

Dilma, que já lembrara a impossibilidade de fazer ou não chover, escancarou o problema e sequer citou o nome do ministro, que é apadrinhado pelo presidente do senado José Sarney, por acaso ou não, também, do PMDB.

Com relação ao Tom Jobim, outrora conhecido por aeroporto do Galeão, “o sistema elétrico inteiro terá de ser trocado. No Rio de Janeiro, sempre que a temperatura passa de 40 (graus), a (concessionária) Light tem problema” – o serviço de inteligência do Planalto deve tê-la informado de que, em Manaus, “tem problema” quando chove (e chove mais de seis meses).

“Não podemos aceitar conviver com isso”, disse, enérgica, a presidente, para suavizar com a promessa de que governo investirá na manutenção da rede, em 2013, e lembrou que, antigamente, todos os recursos eram destinados somente à transmissão e à geração de energia, mas não à manutenção dos equipamentos, “por falta de verba”.

E muda de assunto a presidente, incentivando o usuário: “Quando falarem para vocês que caiu um raio, vocês gargalhem”. Com que cara fica Edison Lobão?

Anunciado para março inauguração de complexo de comunicação da AL

SÃO LUÍS – O presidente da Assembleia, Arnaldo Melo (PMDB), fez avaliação positiva dos trabalhos legislativos no ano de 2012 e projeta que no próximo os deputados vão continuar com ações em favor da população maranhense. Desejou também feliz Natal e bom ano novo à população maranhense.

Melo falou ainda do andamento das obras de construção do prédio no qual vão funcionar a TV Assembleia, em sinal aberto, a Rádio Assembleia e as demais áreas de comunicação da Casa.

Arnaldo Melo disse que o ano foi positivo, com recorde de apresentações de projetos de lei, indicações, requerimentos e matérias vindas do governo do Estado, Tribunal de Justiça e do Ministério Público.

O presidente da Assembleia garantiu que as matérias aprovadas beneficiaram vários segmentos da população, as comissões técnicas tiveram atuação ativa, plenário lotado e atividades em auditórios, sempre lotados, com encontros para debater grandes temas do Maranhão, com participação de representantes estaduais e do governo federal. “O ano foi produtivo, maior produtividade que no ano passado que já tinha sido recorde”, garantiu.

Sobre a construção do prédio da comunicação, Arnaldo Melo disse que está avançando e que em março deve ser concluído, e para lá irá o complexo de comunicação da Assembleia.

O presidente desejou ainda um feliz Ano Novo a todos os maranhenses, com os todos os deputados trabalhando pelo Maranhão. “Que em 2013 sejamos mais produtivos ainda”.

Fonte: Ascom/Assembleia Legislativa

Mary Guerreiro recorre de decisão que suspendeu nova eleição em Guimarães

Do Atual7

A candidata derrotada em Guimarães, Mary Jane Guerreiro (PSL), esposa do presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ/MA), desembargador Antonio Guerreiro Júnior, vai entrar, por meio de sua coligação, com recurso de Agravo Regimental no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA) contra a decisão do juiz federal Nelson Loureiro dos Santos, que suspendeu a realização de novas eleições no município.

A candidata derrotada no pleito deste ano em Guimarães, Mary Jane Guerreiro. Foto: Reprodução
A candidata derrotada no pleito deste ano em Guimarães, Mary Jane Guerreiro. Foto: Reprodução
O recurso deverá entrar na pauta de julgamentos no próximo dia 8 de janeiro e será julgado pela totalidade dos membros do TRE/MA. A coligação de Mary Guerreiro alega que os advogados da prefeita eleita Nilce Farias (PMDB) apresentaram documentos defasados, levando o juiz do TRE a erro ao decidir pela concessão da liminar.

Para a coligação da esposa de Guerreiro Júnior, ainda que seja correto afirmar que, em regra, a renúncia seja possível às vésperas do pleito, há uma peculiaridade no caso das eleições em Guimarães.

No dia 06 de outubro de 2012, menos de 24 horas antes do dia de votação, o médico Artur José Gomes Farias (PMDB), ficha suja e irmão da prefeita eleita, desistiu da candidatura e indicou a irmã. Segundo o recurso da coligação ‘Unidos Por Guimarães’, o que deu causa à substituição não foi a renúncia dos candidatos à prefeito e vice-prefeito no município, mas a decisão judicial que os havia tornado inelegíveis, o que caracteriza para os advogados de Mary Guerreiro como fraude eleitoral.

Na semana passada, o Atual7 publicou que, diferente da decisão do juiz do TRE/MA, que cassou a decisão do juiz da Comarca de Guimarães, e determinou a diplomação de Nilce Farias, o Pleno do TRE/SP entendeu diferente um caso semelhante, e manteve a decisão do juiz de primeiro grau que indeferiu o pedido do candidato Edson Moura Júnior (PMDB) como candidato substituto à prefeito no município de Paulínia (SP).

Os juízes do TRE/SP concluíram, por maioria de votos (4 x 2), que a substituição feita na véspera impede a ampla divulgação do fato e afeta a isonomia e a igualdade entre os candidatos no processo eleitoral.

Ocorre porém que, diferente da principal defesa da Justiça para a ‘vitória’ do candidato que terminou em segundo colocado nas eleições no município paulista, mas acabou ganhando o pleito no ‘tapetão’, é que Edson Moura Júnior é ‘um indivíduo desconhecido, sem domicílio efetivo no município de Paulínia, e sem qualquer expressão política na cidade’, características semelhante a candidata derrotada Mary Guerreiro, e não à eleita Nilce Farias, o que complica qualquer nova decisão em Guimarães pela corte do TRE/MA.

André Fufuca na equipe de Holandinha…

 

O deputado estadual André Fufuca (PSD) será o secretário de Articulação Política de São Luís na gestão de Holandinha.  O convite foi feito ontem 26, mas as articulações começaram muito antes. A resposta aceitando o convite só foi dada hoje.

A indicação de Fufuquinha para compor a equipe do prefeito eleito partiu do suplente de deputado Edivaldo Holanda, pai de Holandinha. Com a saída de André da Assembleia Legislativa, quem assume a cadeira é Holandão – primeiro suplente da coligação.

Matéria publicada em maio pelo blog já revelava uma articulação entre o deputado André Fufuca e o suplente Edivaldo Holanda já de olho nas eleições de 2012. (reveja).

O deputado nega que tenha aceitado o convite, mas é verdade…

 

A vida que Márcio Jardim sempre pediu a “Fidel”…

Marcio Jardim num abraço carinhoso a Fidel Castro

 

O petista Márcio Jardim levará a vida que sempre pediu a “Fidel”, seu ídolo menor, o maior, claro, é o sogro Lula e ainda tem o Zé Dirceu. Ele receberá um belo contra-cheque de Holandinha para ficar na maior parte do tempo em Brasília, perto de seus amigos e de suas amiguinhas e fazendo aquilo que ele mais gosta: namorar e mandar torpedos enquanto os outros discutem assuntos importantes.

Nesta quinta-feira (27) deve sair a confirmação de Márcio Jardim para o cargo de secretário municipal de Articulação Institucional em Brasília na administração do prefeito eleito Edivaldo Holanda Júnior (PTC). Atualmente ele é  assessor da Prefeitura de Maricá (Rio de Janeiro).

A informação saiu de uma jornalista, ex-castelete, que criou um blog para não perder a boquinha na prefeitura e não acabar abraçada numa “Tereza” bem grande…

Ricardo Murad entra no jogo e Pereirinha reúne 20 vereadores no Hotel Luzeiros…

O presidente da Câmara Isaias Pereirinha recebeu uma ajuda de peso para garantir sua reeleição. Com João Alberto e Edmar Cutrim trabalhando nos bastidores para eleger a vereadora eleita Helena Duailibe, o secretário de saúde Ricardo Murad resolveu entrar na disputa em favor de Pereirinha. Tudo bem discretamente, é claro.

Com a ajuda do homem forte do governo, Pereirinha reuniu na tarde de hoje 20 vereadores no Hotel Luzeiros, local preferido para os encontros de Murad.  Entre os 20 vereadores estariam os pedetistas Ivaldo Rodrigues e Barbosa Lages.

O encontro de hoje deve pôr fim as articulações de Holandão para eleger o novo presidente da Câmara. Alias, o próprio Holandão já desistiu da vereadora eleita Helena Duailibe ao ver que ela não agregaria a quantidade de votos necessário à vitória sobre Isaias Pereirinha (PSL) – mesmo com o loteamento de cargos na prefeitura do filho.

Mas, segundo o blog do Marco D’Eça, o pai do prefeito não desiste de tentar derrubar Pereirinha. Só hoje, ofereceu a presidência a três vereadores – Francisco Chaguinha (PHS), Sebastião Albuquerque (DEM) e Chico Carvalho (PSL). Nenhum aceitou a pecha de traidor, mesmo diante da oferta de 100, 200, 300 e até mil cargos de Serviços Prestados.

O grupo de Pereirinha se mantém unido e segue firme para mais reeleição. Mas até a eleição, na terça-feira, Holandão deve oferecer o céu por herança a quem assumir o papel que ele quer.

Só não há garantias de que entregue…

O vai e vem de Barbosa Lages em busca de sombra e água fresca…

Barbosa Lages al lado de Edivaldo Júnior e Otelino Neto

Blog do Marco D’Eça

O presidente da Câmara Municipal, Isaias Pereirinha (PSL), reune agora à noite 17 vereadores que se declaram fechados com seu projeto de re-re-re-reeleição.

Até agora há pouco, ainda aguardavam a chegada de Barbosa Lages (PDT), que, desde cedo, já era tido pelos aliados do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) como voto garantido em Helena Duailibe (PMDB).

Caso se confirme a adesão de Lages, Helena alcança 13 votos: os nove que já estavam na base de Holandinha e mais ea própria, Pedro Lucas Fernandes (PTB) e Marquinhos Silva (PRB), além do pedetista.

Faltando quatro dias para a eleição na Câmara, Pereirinha mantém 18 votos, o que lhe garante a vitória.

Desde o início da campanha, Barbosa Lages já demonstrava não ter segurança no apoio a Pereirinha. Em entrevista ao jornal O EstadoMaranhão, no início do mês, ele deixou a entender que poderia sucumbir se Edivaldo Júnior o chamasse.

– Se o prefeito Edivaldo chamar e tiver um bom argumento, podemos conversar – declarou, após reagir a uma tentativa do deputado Weverton Rocha (PDT) de cooptá-lo. E foi o que aconteceu.

O pedetista conversou hoje com o pai do prefeito eleito, Edivaldo Holanda Braga, responsável pela articulação na eleição da Câmara.

É Holandão quem fala em nome de Helena Duailibe, que ainda não se manifestou publicamente se é ou não candidata, apesar de participar de todas as reuniões no escritório do pai do prefeito.

Por outro lado, Pereirinha aposta na manutenção do grupo que o apoia.

E conta com a convicção de quatro aliados de peso: Astro de Ogum (PMN), Chico Carvalho (PSL), Pavão Filho (PDT) e o deputado federal Lourival Mendes (PTdoB), que articula em nome da filha, Luciana Mendes (PTdoB).

São eles os responsávei por manter a união do grupo e blindá-lo das propostas de todos os tipos que chegam do grupo holandista.

Também conta com a convicção do vereador eleito Fábio Câmara (PMDB), que se mantém firme, apesar da pressão do PMDB pela sua adesão a Helena.

– Sou home de palavra. Não posso entrar na política já com a marca da traição e da fraqueza. Vereador deve ter honra – disse Câmara.

Este é o quadro da eleição na Câmara na reta final da disputa…