Detran lança campanha educativa de segurança no trânsito para o Carnaval 2013

“Seja Vivo e viva muitos carnavais”. Esse é o tema da campanha educativa de Segurança no Trânsito desenvolvida pelo Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA), para o Carnaval 2013, e que será lançada, nesta quinta-feira (31), às 10h, no auditório do órgão (Vila Palmeira, em São Luís).

O objetivo da campanha é utilizar a mídia para sensibilizar os foliões, sobre os cuidados necessários acerca da combinação ilegal do álcool e da direção, de modo a reduzir o número de acidentes no período carnavalesco. Além disso, a campanha, também, divulga as novas determinações da Lei Seca, que agora prevê detenção do condutor, retenção do veículo, suspensão do direito de dirigir e multa de R$ 1.915,00 para o infrator.

Um outro ponto da campanha é demonstrar para os motoristas que a Lei Seca determina que, além do bafômetro, imagens, exames e testemunhos, agora valem como prova. A campanha é composta, além das peças de mídia massiva, por ações variadas, que contam com a parceria das Polícias Militar do Maranhão e da Rodoviária Federal, da Companhia de Policiamento Rodoviário Independente (CPRVInd), além da Secretaria de Estado de Segurança.

Peças publicitárias serão veiculadas nas emissoras de rádio, TV, jornal, outdoors e internet. Panfletos, também, serão distribuídos com dicas de segurança para os foliões que viajam durante a festa, e a exposição de carros batidos, numa parceria da seguradora Porto Seguro, além de ações no circuito Deodoro com o blocão do Detran, que promete animar os foliões com muitas dicas, inclusive com teste do bafômetro educativo, sem caráter punitivo.

“Queremos unir todas as forças para uma única meta determinada pelo governo: reduzir o número de acidentes e mortes durante o Carnaval. É importante que todos os foliões tenham a consciência de que não se pode beber e dirigir! Não queremos que esse momento de alegria se transforme em tristeza”, declarou o diretor geral do Detran-MA, André Campos.

Da assessoria

Preso um dos bandidos que assaltou funcionária da Assembleia Legislativa

Imirante.com

SÃO LUÍS – Edson Paulo Fernandes, um dos bandidos que participou do assalto a funcionária da Assembleia Legislativa, foi preso em um hospital da capital maranhense. Ele foi baleado durante o confronto com os seguranças da Casa Legislativa.

Edson foi levado pelos comparsas para o hospital UDI e o abandonaram. A polícia se deslocou até o local e deu voz de prisão ao assaltante, que está internado no hospital Djalma Marques, o Socorrão I.

A vítima, que trabalha como assessora do deputado estadual Hemetério Weba na Assembleia Legislativa, foi assaltada na manhã desta quinta-feira (31), no estacionamento do Legislativo Maranhense.

Segundo informação do repórter Domingos Ribeiro, da rádio Mirante AM, o caso não aconteceu em um caixa eletrônico instalado na Assembleia Legislativa, conforme anunciado anteriormente pelo portal imirante. A nova versão diz que a vítima, assessora do deputado estadual Hemetério Weba, fez um saque em dinheiro na agência da Caixa Econômica, na avenida dos Holandeses. Ela foi seguida pelos criminosos até o estacionamento da Assembleia Legislativa. O bando anunciou o assalto e levou o dinheiro da funcionária da Assembleia.

O restante do bando continua solto. A Assessoria de Comunicação da Assembleia ainda não se manifestou sobre o caso.

Assembleia emite nota oficial sobre assalto no estacionamento da Casa

A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, em nota oficial assinada pelo presidente Arnaldo Melo (PMDB), prestou esclarecimentos sobre o episódio em que uma funcionária foi vítima de assalto no estacionamento da Casa, ocorrido na manhã desta quinta-feira (31). Leia a íntegra da nota:

                                               NOTA OFICIAL

A Assembléia Legislativa do Estado do Maranhão, com relação ao episódio ocorrido na manhã desta quinta-feira, 31 de janeiro de 2013, em que uma funcionária foi vítima de assalto quando se encontrava no estacionamento da Casa, vem a público e a bem da verdade prestar os seguintes esclarecimentos:

 1 – A vítima entrou no estacionamento da Assembléia por volta das 9h30, seguida por dois carros e uma moto. Ao estacionar, foi abordada por um dos assaltantes, que lhe arrancou a bolsa.

 2 – Notando a movimentação estranha,  os policiais militares em serviço na Casa reagiram ao assalto, havendo troca de tiros, sendo que um dos bandidos foi ferido, conseguiu fugir, mas já foi  localizado, estando sob custódia da Polícia Militar.

 3 – Não houve qualquer falha no sistema de segurança da Casa. Os assaltantes não adentraram em recinto interno da Assembléia.

 4 – A ação dos assaltantes foi gravada pelas câmeras de monitoramento do Gabinete Militar, que no mesmo instante entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública e Polícia Militar, colocando-se à disposição para ajudar nas investigações que levem à prisão dos demais envolvidos no ato criminoso.

                                                            Deputado Arnaldo Melo

                                 Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão

Barra do Corda segue com dois prefeitos

Um fato inédito acontece em Barra do Corda: a cidade segue desde o dia primeiro deste mês com dois prefeitos. Um administra de fato e de direito, enquanto o outro visita obras, faz pagamentos, além de um amontado de práticas irregulares.

O prefeito eleito Eric Costa (PSC) ganhou uma herança maldita. Uma volume enorme de dívidas e um município abandonado. Só para que se tenha ideia dos débitos, só com o INSS chega a R$ 40 milhões.

Isto significa dizer que o ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin (PV), recolhia os impostos mas não repassava para a Previdência. Por esta razão, a qualquer momento os recursos podem ser bloqueados e aí a cidade ficará sem pagar seus servidores e prestadores de serviços.

Eric tem trabalhado diuturnamente para encontrar meios que possibilitem uma gestão eficaz e combata e crise. Além disso, ultima os preparativos para a festa que reúne milhares de pessoas em Barra do Corda: o carnaval, que é considerado o maior da região.

Mas enquanto isso o segundo prefeito, ou melhor, o ex-prefeito Nenzin, passa o dia visitando obras que deixou inconclusa, como se ainda fosse o mandatário do município.

Dias depois de deixar o cargo, ele esteve na agência do Banco do Brasil pagando a quem achou que deveria receber da prefeitura, inclusive funcionários. Ele deixou a folha de dezembro em atraso.

Até a primeira dama, ou melhor, a ex-primeira dama, Santinha, percorre as escolas e centros de atividades sociais como se ainda estivesse no cargo de secretária.

Como o poder de mando da família se arrastou longos anos em Barra do Corda, o casal ainda não desencarnou e a ficha demora a cair.

Blog do Luis Cardoso.

Ousadia: bandidos assaltam assessora no estacionamento da Assembleia

Alexsandra Soares, assessora do deputado estadual Hemetério Weba (PV) foi assaltada na manhã desta quinta-feira (31) no estacionamento da Assembléia Legislativa do Maranhão. Ela foi seguida pelos bandidos desde a Caixa Econômica da Holandeses, onde tinha realizado um saque.  Mais dois veículos davam apoio do lado de fora do sitio Rangedor. É a primeira vez que acontece um assalto nas dependências da Assembleia.

Assim que chegou ao estacionamento a assessora foi abordada pelos bandidos que anunciaram o assalto.  Um dos assaltantes  chegou a disparar dois tiros para o alto.U m policial que faz a segurança da casa reagiu e houve troca de tiros. Ninguém foi atingindo, mas uma servidora que passava no local caiu quando tentava se esconder do tiroteio e se machucou. Efetuado o assalto os dois criminosos conseguiram fugir pelo acesso dos fundos do estacionamento.

Segundo informações repassadas ao Blog do Neto Ferreira, um dos assaltantes foi identificado pelo apelido de Kiko. Viaturas da Polícia Militar e o velado estão em diligência a procura dos assaltantes.

Segurança

Apesar do assalto, a segurança da Casa não tinha muito o que fazer diante da ousadia dos bandidos. É que os policiais que fazem a segurança da Assembleia não podem usar armas de fogo, está previsto em lei. Os acessos são controlados por civis, exceto no acesso da frente que conta com a presença de um militar.

Com o episódio, o presidente da Casa deve se reunir com o gabinete militar para discutir a segurança da casa e tomar as providências necessárias.

 

 

Ida de Luis Fernando para a Sinfra reforça seu nome para 2014; Lobão já era…

 

Luis Fernando e Lobão num cordial abraço

O ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, que tire seu cavalinho da chuva. A cada movimento da governadora Roseana Sarney (PMDB) fica cada vez mais evidente de que o até agora secretário chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, será o candidato do grupo ao governo do estado nas eleições de 2014. A última é sua possível ida para a poderosa Sinfra, no lugar de Max Barros que retorna à Assembleia para ser o vice-presidente da Casa. Mesmo que  ele resposanda pela Sinfra interinamente  só o fato de ser o indicado já é uma grande sinalização, até porque poderia ser qualquer outro.

Roseana não só já sinalizou como já declarou publicamente durante um evento que Luís Fernando é seu candidato. Desde quando se iniciou as discussões sobre a sucessão em 2014, que a governadora direciona a maioria das ações do executivo para o chefe da Casa Civil. São eventos e mais eventos onde o objetivo é dar toda visibilidade que ele precisa.

A estratégia do governo de mostrar seu candidato tem surtido efeito, tanto que numa pesquisa realizada pela oposição, mostrou Luis Fernando com mais de 20 pontos de intenção de votos. O resultado preocupou a oposição, que já o vê com potencial eleitoral para vencer.

A decisão de Roseana em colocar Luis Fernando potencializa seu poder de fogo, já que a pasta trata diretamente com os prefeitos no que eles mais precisam, contratos de grandes obras para seus municípios. Além disso, mesmo na Sinfra, nada impede que Luis Fernando continue a comandar todos os eventos do governo, e terão muitos, todos com um único objetivo: torná-lo cada o mais conhecido possível para 2014.

Quanto a Lobão, é como dizem por aí: são dois trabalhos, zangar e dezangar. Ou então romper com o grupo e sair candidato de si mesmo, o que parece improvável.

 

O posicionamento público de Sebastião Madeira contra Flávio Dino…

Blog do Marco D’Eça

As entrelinhas dos textos encaminhados pela deputada Eliziane Gama (PPS) sobre a reunião em Imperatriz, sábado passado, trouxe em seu bojo uma declaração do prefeito Sebastião Madeira (PSDB) que pode significar o seu posicionamento nas eleições de 2014.

– Parabéns ao PPS. São iniciativas como essas que fortalecem o crescimento partidário. Estou honrado por este encontro ser realizado aqui. O movimento apoiado pelo PPS de uma Alternativa Popular para o Maranhão é muito importante, porque o povo passa a ter uma alternativa em 2014. O nosso partido o PSDB também devera abrir debate nesse sentido – afirmou Sebastião Madeira.

Eliziane reuniu o PPS pra discutir o fortalecimento da legenda. Mas o encontro serviu mesmo para reforçar a tese de terceira via nas eleições de 2014.

Há muito, Madeira já vinha sendo tratado como adversário pelos oposicionistas da chamada esquerda maranhense – PSB, PDT e PCdoB.

Agora, o próprio Madeira se posiciona publicamente dizendo, ainda que por entrelinhas, que não pretende seguir com o projeto comunista de Flávio Dino.

E que, se preciso for, buscará um debate alternativo contra este projeto.

O pano de fundo do encontro do PPS serviu também para Eliziane Gama reforçar o projeto da Terceira Via.

Que ganha cada vez mais força no Maranhão…

Beto Castro deve ser cassado ainda este ano…

 O suplente Carioca, autor do processo de cassação contra o vereador Beto Castro, não dá trégua ao “colega”. Recentemente contratou como advogado o já renomado no estado, Daniel Leite.

Semana passada, Daniel foi visto num barzinho badalado da Lagoa em companhia de seu mui amigo e parceiro, Walter Cruz, mais conhecido como Barrão, procurador da Câmara de São Luís e marido da presidente do TRE-MA, Anildes Cruz.

Depois da contratação de Daniel Leite, o vereador Beto Castro parece ter percebido que seu mandato está ameaçado. Sem contar que Carioca conta com a simpatia do todo poderoso Fernando Sarney, que, acreditem ou não, já trabalha nos bastidores para favorecer o aliado.

A situação de Beto é tão complicada que sua defesa está nas mãos de ninguém menos que o presidente da OAB-MA, Mário Macieira, e do professor Carlos Eduardo Lula, ambos ligados a Flávio Dino e ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

A defesa de Beto apresentou contrarrazões ao Tribunal Regional Eleitoral no processo movido contra ele por falsidade ideológica, falsificação de documentos e crime eleitoral.Mas o vereador não rebateu a nenhum das acusações. Simplesmente pediu ao juízo da Zona Eleitoral a extinção pura e simples do processo, “sem resolução de mérito”.

O jogo é bruto e a cassação de Beto pode acontecer ainda este ano …

Perseguido e injustiçado, Clodomir Paz não descarta deixar PDT

Um dos políticos mais habilidosos da oposição no estado, o ex-secretário e ex-deputado Clodomir Paz não suportou o tratamento que vem recebendo de seu partido, o PDT, e decidiu expor toda sua insatisfação. A gota d’agua foi seu desligamento da comissão provisória estadual da legenda, sem nem mesmo ser comunicado.

Seu desabafo ganhou destaque na página 3 de o Estado publicada na edição de ontem e um post no blog do jornalista Marco D’Eça. Diante da nova realidade imposta pelo novo comando pedetista, Clodomir já admite, inclusive, a possibilidade de deixar a legenda. “O momento é de repensar minha filiação partidária, minha atual posição no PDT”, afirmou.

Habilidoso, leal ao partido e com fama de cumprir seus compromissos, Clodomir despertava desconfiança no grupo mais ligado ao ex-governador Jackson Lago.

Filiado desde 1997 no PDT, o ex-deputado era uma de seus quadros mais ativos. Coordenou todas campanhas vitoriosas de Jackson Lago em São Luís e as de governo desde 2002, vencendo a de 2006. Foi candidato a prefeito em 2008 obtendo cerca de 10% dos votos. Mesmo assim, sempre teve que enfrentar disputas internas para ocupar espaços e nunca teve o reconhecimento do parido.

As traições

Em 2006, foi esse grupo que pressionou e convenceu o então governador Jackson Lago a descartar Clodomir Paz da Casa Civil, nomeado em seu lugar o ex-deputado Aderson Lago. Clodomir se recolheu e engoliu a traição. O compromisso de assumir a Casa Civil foi feito pelo próprio Jackson, que não cumpriu.

Em 2008, outro golpe articulado pelo grupo de Jackson. O então prefeito Tadeu Palácio escolheu Clodomir Paz como candidato do partido para disputar sua sucessão. Era a grande chance do PDT comandar estado e município. Mais uma vez o grupo de Jackson trabalhou para impedir a ascensão de Clodomir. Eles não aceitaram a indicação do prefeito e inventaram a candidatura do professor Moacir Feitosa. Clodomir venceu as prévias do partido por dois votos, impondo uma dura derrota ao então governador Jackson Lago e seu grupo.

Mas a traição não ficou por aí. Momentos depois da vitória de Clodomir, Jackson Lago afirmou em discurso que a partir daquele momento todo o PDT trabalharia para eleger Clodomir Paz prefeito de São Luís. Pura retórica. Para impedir o êxito na campanha, Jackson não cumpriu a parceira firmada com Tadeu e decidiu apoiar o candidato do PSDB, João Castelo. Bem colocado na primeira pesquisa Ibope, Clodomir Paz teve que ver sua campanha definhar. Talvez tenha sido a primeira vez que um governo trabalhou contra seu próprio partido para destruir uma pessoa. No ano seguinte, Jackson é casado. Sem poder, o PDT se enfraqueceu e deixou de ser um partido forte no Maranhão.

Crise e um novo dono

Após a morte do ex-governador, o PDT mergulhou num mar de crises internas. Dividiu-se em três. O hoje deputado federal Weverton Rocha levou a melhor e hoje é figura como o dono do partido. Aquele grupo que controlava o partido perdeu om poder, não mandam mais. Mas, continuam por aí com o mesmo papel de bajuladores, com uma diferença, eles não influenciam em nada, apenas cumprem as ordens de Weverton Rocha.

Apesar de não terem mais o poder de influenciar como antes, o mesmo grupo continua a perseguir e anular Clodomir Paz, e até que surte algum efeito, já que Weverton também trabalha para ver Clodomir longe da legenda.

Ao que tudo indica o novo comando do PDT parece querer se livrar dos chamados históricos e assim abrir espaço para uma nova safra, disposta a obedecer ao novo dono da legenda, o deputado federal Weverton Rocha.

Históricos

Além de Clodomir Paz, vários históricos do partido já manifestaram insatisfação com os atuais rumos do partido. Anteontem, o ex-secretário –geral do partido Candido Lima anunciou seu desligamento. Históricos como Reginaldo Telles, Josemar Pinheiro e Chico Leitoa também mantem-se afastados da legenda. Destes, apenas Abdalaziz Santos anunciou desligamento, mas recuou e pediu apenas licença.

(Do blog, com informações e fotos de O Estado)

Sta. Maria – A maior tragédia de nossas vidas

Do blog do Noblat/ Por Fabrício Carpinejar. “Poeta, cronista e louco pela verdade a ponto de mentir”

Morri em Santa Maria hoje. Quem não morreu? Morri na Rua dos Andradas, 1925. Numa ladeira encrespada de fumaça.

A fumaça nunca foi tão negra no Rio Grande do Sul. Nunca uma nuvem foi tão nefasta.

Nem as tempestades mais mórbidas e elétricas desejam sua companhia. Seguirá sozinha, avulsa, página arrancada de um mapa.

A fumaça corrompeu o céu para sempre. O azul é cinza, anoitecemos em 27 de janeiro de 2013.

As chamas se acalmaram às 5h30, mas a morte nunca mais será controlada.

Morri porque tenho uma filha adolescente que demora a voltar para casa.

Morri porque já entrei em uma boate pensando como sairia dali em caso de incêndio.

Morri porque prefiro ficar perto do palco para ouvir melhor a banda.

Morri porque já confundi a porta de banheiro com a de emergência.

Morri porque jamais o fogo pede desculpas quando passa.

Morri porque já fui de algum jeito todos que morreram.

Morri sufocado de excesso de morte; como acordar de novo?

O prédio não aterrissou da manhã, como um avião desgovernado na pista.

A saída era uma só e o medo vinha de todos os lados.

Os adolescentes não vão acordar na hora do almoço. Não vão se lembrar de nada. Ou entender como se distanciaram de repente do futuro.

Mais de duzentos e cinquenta jovens sem o último beijo da mãe, do pai, dos irmãos.

Os telefones ainda tocam no peito das vítimas estendidas no Ginásio Municipal.

As famílias ainda procuram suas crianças. As crianças universitárias estão eternamente no silencioso0

Ninguém tem coragem de atender e avisar o que aconteceu.

As palavras perderam o sentido.