José Aldo sofre fratura na costela, faz exames e pode deixar o UFC 189

Combate.com

O maior pesadelo do UFC em 2015 está próximo de acontecer. Durante os treinos na manhã desta terça-feira, na equipe Nova União, no Rio de Janeiro, o campeão peso-pena da organização, José Aldo, sofreu uma fratura na costela. O lutador passou por dois exames, incluindo uma tomografia computadorizada, que constataram a gravidade da lesão, e já iniciou o tratamento intensivo. Sua presença no UFC 189, que acontece no dia 11 de julho, e no qual defenderá o seu cinturão diante o irlandês Conor McGregor, está ameaçada, já que o período de recuperação para lesões nas costelas são de três a quatro semanas, além de repouso e medicação com anti-inflamatórios. O evento é considerado o maior do ano, e a luta entre os dois é apontada como a de maior expectativa desde a revanche entre Anderson Silva e Chael Sonnen no UFC 148.

Segundo informações de fontes próximas à equipe de José Aldo, um de seus companheiros de treino tentou aplicar um chute rodado durante o “sparring”, mas escorregou e o golpe acertou na altura da costela do campeão. Aldo, que chegou a chorar, deixou o treino imediatamente com dores no local, mas sem dificuldade de respirar, que é comum em lesões na costela.

O roubo do século: depois de fugir e apanhar por 12 rouds, “Money” vence Paquião

Floyd Mayweather bater Manny Pacquiao por decisão unânime e unificou os cinturões da categoria meio-médio. Campeão da WBO, WBA e WBC, o americano chegou a 48 triunfos seguidos na carreira, ainda invicto. Mas o triunfo de “Money” não foi aceita por muitos dos que acompanharam a luta. Diversos famosos e lendas do boxe discordaram da decisão dos árbitros, que deram vitória por 118 a 110 e duplo 116 a 112 para Mayweather. Entre eles o 11 vezes campeão do mundo de surfe Kelly Slater, e o hall da fama Oscar De La Hoya.

– Por isso não assisto boxe. E Max Kellerman deveria perder o emprego depois desse horrível comentário opinativo na TV. Não há dúvidas de que Floyd é um mágico, mas ele também deveria correr umas maratonas – disse Slater, falando sobre o americano fugir do combate.

Oscar De La Hoya, que lutou contra Mayweather e foi derrotado por decisão dividida, em 2007, foi outro que não poupou críticas ao que viu. Pelas redes sociais, ele deu sua opinião.

– Me desculpem fãs do boxe. Espero por uma verdadeira noite de diversão com Canelo x Kirkland na próxima semana – disse Oscar, se lembrando da luta que acontece na próxima semana nos Estados Unidos.

Mike Tyson também não poupou a luta de críticas.

– Esperamos cinco anos por isso? – disse o ex-campeão dos pesos pesados e um dos maiores boxeadores da história.

Evander Holyfield

– Acho que o Pacquiao foi bem. Lutou bem. Acredito que ele venceu a luta.

Popó

– Venceu o campeão. Imaginava que seria difícil para Pacquiao vencer se não fosse por nocaute. Mas ao meu ver, mesmo apertado, o resultado seria outro – disse Popó pelas redes sociais.

Esquiva Falcão

– Não concordo com esse resultado de 118 a 110 para o Mayweather.

Erick Silva

– Para mim o Pacquiao venceu.

Ryan Lochte

– Chamo isso de besteira…

Demian Maia

– Para mim o Pacquiao venceu.

Do Combate.com

Circuito Maranhense de Hold’em batiza troféu da temporada 2015 de ‘Barroso Neto’

Super Poker

O CMH (Circuito Maranhense de Hold’em), a série de poker regional do Maranhão, acaba de batizar o troféu da temporada 2015 de ‘Barroso Neto’, conforme informou a federação local nesta terça-feira (4).

Em nota, o presidente da Federação Maranhense de Poker, Andersson Dantas, explicou o porquê da homenagem feita a um dos maiores jogadores de poker da região. “Neste ano, o CMH presta uma homenagem ao nosso querido atleta Barroso Neto. O campeão da 2ª etapa de 2014 e um dos nossos maiores jogadores, infelizmente, nos deixou no mês de janeiro de 2015. Vítima de um acidente automobilístico, Barroso faleceu aos 24 anos, deixando toda a comunidade do poker maranhense consternada. Assim, decidimos chamar o troféu da temporada do CMH de 2015 de Troféu Barroso Neto”.

Esta foi a segunda vez que a comunidade brasileira do poker presta uma homenagem a uma personalidade querida ao nomear um troféu. Em setembro, o MasterMinds oficializou o nome do troféu do torneio das mulheres de “Vanessa Baroni”, jogadora conhecida no circuito paulista que deixou um marido e dois filhos depois de ser baleada em uma tentativa de assalto na região do Rio Pequeno, em São Paulo.

Lider de ponta a ponta na FT, maranhense Arthur Marques é o grande campeão do Belém 200K GTD

por SuperPoker

O torneio de inauguração do Vegas Poker Club em Belém do Pará, o Belém 200K Garantidos chegou ao final. De um total de 339 entradas, sendo 258 inscrições mais de 46 recompras, apenas nove jogadores seguiam na disputa do título e do prêmio de R$ 50.000 destinado ao campeão. Arthur Moreira, que iniciou a mesa final como chip leader, manteve-se na ponta da tabela até o final e consagrou-se o grande campeão do evento.

A primeira baixa da mesa final foi de Danillo Lobo, short stack da mesa, que anunciou all in com KJ e recebeu call de Adalberto Reis que apresentou QT. O flop trouxe JQK e Danillo seguia à frente com dois pares. Um cinco no turn não alterou em nada a situação, mas uma outra dama veio no river e Adalberto, com uma trinca, venceu a mão e puxou o pote. A oitava colocação ficou com Walter Palermo, que anunciou all in com KQ e encontrou Rogério Santiago com AK.

Victor Hugo ficou com a sétima colocação. Após o flop 589, ele anunciou all in com TT e recebeu call de Adalberto Reis, que apresentou AA. Ryo Nakata se despediu do torneio na sexta colocação. Em um blind war, Anderson Kabal no small entra de limp e prepara o terreno para a trap. Ryo no big, que tem pouco mais de onze blinds, anuncia all in com K8 e recebe insta call de Anderson, que abre KK, sem mudanças no board.

A quinta colocação ficou com Carlos André. Com o board A4J Q, ele anunciou all in com AK e recebeu call de Arthur, que abriu KT e com um straight, venceu a mão. Em quarto lugar na bolha dos troféus ficou Anderson Kabal, que anunciou all in com KQ e encontrou Adalberto Reis com AT, já acertando o Ás no flop.

O jogo em three handed ficou mais duro, foram três blinds e mais de duas horas até que tivéssemos mais uma baixa, que foi de Rogério Santiago, que do small blind aplicou um mini raise, sendo pago por Arthur. O flop veio A25         rainbow e ambos deram check. No turn veio um 4 e Rogério apostou 200.000 fichas. Arthur então anunciou all in de aproximadamente 3.000.000 de fichas, sendo pago por Rogério, que tinha 830.000 fichas. No showdown, A4 para Rogério contra um fortíssimo 36 de Arthur, que com um straight, venceu a mão.

O heads up começou com Arthur Marques em vantagem de 4 pra 1 contra Adalberto Reis, que conseguiu, logo no início do HU, dobrar seu stack e puxar mais alguns bons potes, deixando a disputa menos desigual. Mas Arthur então começou a se impor e fazer valer seu maior stack, até que tivemos a mão decisiva. Após 3bet de Arthur, Adalberto anunciou all in com K8 e recebeu call de Arthur, que abriu JJ e, sem alterações no board, consagrou-se o grande campeão do Belém 200K GTD.

A cobertura completa do torneio você visualiza clicando aqui.

Confiram abaixo a classificação final da FT :

1 – Arthur Marques – R$ 50.000,00
2 – Adalberto Reis – R$ 30.000,00
3 – Rogério Santiago – R$ 21.116,00
4 – Anderson Kabal – R$ 16.200,00
5 – Carlos André – R$ 12.200,00
6 – Ryo Nakata – R$ 9.700,00
7 – Victor Hugo – R$ 7.600,00
8 – Walter Palermo – R$ 5.900,00
9 – Danillo Lobo – R$ 4.500,00

Delegação maranhense de karatê conquista 3º lugar no Norte Nordeste 2014

A delegação maranhense de Karatê voltou com um bom resultado de Belém, onde disputou neste fim de semana 9, 10 e 11 o Zonal Norte Nordeste de Karatê. Com 19 medalhas conquistadas, com uma delegação de apenas sete atletas, o Maranhão terminou a competição na terceira colocação geral, resultado considerado expressivo pela equipe técnica.
A delegação maranhense foi composta pelos atletas Murilo Pinheiro, Dayana Rocha, Chrystian Matheus, Josué Costa, Hecton Vito, Viviane Pinheiro e Gabriel Victor.

CONFIRA MEDALHAS POR ATLETA:
Murilo Pinheiro – 2 Ouro
Dayana Rocha – 2 Ouro
Chrystian Matheus – 2 Ouro, 1 Prata e 1 Bronze
Josué Costa – 3 Prata e 1 Bronze
Hecton Vito – 1 Prata e 2 Bronze
Viviane Pinheiro – 1 Ouro e 1 Prata
Gabriel Victor – 1 Ouro, 1 Prata

Com este quadro de medalhas a delegação maranhense ficou à frente de Pernambuco, Ceará e do Amapá lhe cabendo a terceira colocação no geral de medalhas e ficando com o troféu de 3º lugar.

Agora de volta, os karatecas já voltam suas atenções para competições de nível nacional. Em Setembro onde será realizado o Brasileiro de Karatê aqui em São Luis nos dia 18,19 e 20.

Maranhense coloca Brasil novamente na FT do Sunday Million

José Luiz da Costa: 4º lugar no Million e $77,7 mil a mais na conta (H.Dourado)

Pokerdoc

Uma semana após marcar um 2º e um 5º lugar no $215 Sunday Million do PokerStars, o Brasil voltou a fazer bonito no maior torneio regular do poker online mundial.

No último domingo, José Luiz “jl_slz” da Costa encarou um field com 7.709 nomes e chegou à mesa final na 7ª posição. Após acertar um straight runner-runner e quebrar um par de damas com A-J off, o maranhense dobrou seu stack e ganhou um respiro. Já em 4-handed, ele colocou todo seu stack em jogo com A-8 off e encontrou o russo “Odintsov Spb” com A-Q. Sem ajuda do bordo, ele se despediu em 4º lugar, com $77,7 mil a mais na conta.

Esse foi de longe o melhor resultado online de José Luiz, que costuma jogar mais ao vivo. Por enquanto, a maior forra de sua carreira foram os R$377 mil que faturou com o título de uma etapa do BSOP 2013, em São Paulo.

O Brasil também fez bonito no Hotter $33, torneio que teve 3.741 inscritos e terminou com dobradinha verde e amarela. A 1ª posição ficou com “gramigna635”, que faturou $14,5 mil. Renato “pardais_ais” Grossi foi o vice-campeão e levou $7,2 mil.

No Full Tilt Poker, o melhor resultado brasuca na reta do último domingo veio no $162 T-Rex. Marco “Covish” Tozzatto superou um field com 798 jogadores, levou o título e $27,5 mil.

Atleta ribamarense é bicampeão brasileiro de Taekwondo

O atleta Heuller Oliveira da Silva, 19, morador do bairro do Outeiro, na Sede do município de São José de Ribamar, sagrou-se, este mês, bicampeão brasileiro de Taekwondo, categoria adulto até 63 quilos.
O 30º Campeonato Brasileiro da modalidade aconteceu no período de 06 a 08 deste mês na cidade de São Paulo. Heuller, que já havia vencido a competição ano passado, concorreu com outros 1.200 atletas de vários estados brasileiros.
Este ano, o atleta ribamarense participou do evento recebendo o apoio da administração do prefeito Gil Cutrim, através da Secretaria Municipal da Juventude, Esporte e Lazer (SEMJEL). Ele foi subsidiado pelo programa Esporte de Alto Rendimento, que integra o rol de ações do programa Esporte e Lazer na Cidade, que possui, ainda, os projetos Esporte Educacional e Esporte de Lazer.
“Esse ano, com o incentivo que recebi da Prefeitura, pude participar melhor da competição. Estou muito feliz porque representei bem São José de Ribamar e o Maranhão”, comentou Heuller que também é bicampeão maranhense e campeão do JEMS, edição de 2011, e já se prepara para participar de mais uma etapa do maranhense neste fim de semana.
Para o secretário municipal da Juventude, Esporte e Lazer de São José de Ribamar, Fredson Froz, o desempenho de Heuller eleva, ainda mais, o desporto na cidade, além de funcionar como incentivo para os jovens.
Froz afirmou que a Prefeitura continuará incentivando todas as modalidades esportivas como forma de promover o lazer, a cidadania e a saúde, principalmente junto à juventude. “Estamos desenvolvendo vários projetos que visam incentivar o desporto como forma de promover o bem-estar social dos ribamarenses. E, em breve, várias novidades serão implementadas”, disse.

UFC: desafiado, Wanderley Silva diz que vai quebrar a cara de Chael Sonnen

Tatame

Após dias de silêncio, Wanderlei Silva decidiu soltar o verbo contra Chael Sonnen, nesta sexta-feira (23), através de um vídeo divulgado na internet. O “Cachorro Louco” prometeu “meter a porrada” no falastrão e espera enfrentá-lo em combate de cinco rounds, ou seja, em um main event do UFC.

“Só estou esperando o dia e o lugar. O povo quer, eu quero e vou te meter a porrada, seu frouxo. A minha diferença para os outros atletas é que eu luto de coração. Não vou ali para me entregar, como você fez para o Jon Jones, no primeiro round. Que vergonha! Tomou uma joelhada no plexo contra o Anderson e ficou deitado que nem uma menina. Você mexeu com a pessoa errada, Sonnen. Você tem medo de mim e posso sentir isso nos seus olhos. Eu quero main event, meia hora para bater na sua cara”.

Confira abaixo recado dado pelo brasileiro:
 

 

Cristiano Team passa fácil pela Gracie Barra na I Etapa do Maranhense de Jiu-Jitsu

Durante a primeira etapa do Maranhense de Jiu-Jitsu realizada neste domingo,31, no Parque Bom Menino, em São Luís,  a surpresa ficou por conta da Cristiano Team Jiu-Jitsu, uma academia modesta do bairro do Caratatiua.

Numa disputa particular, os atletas da Cristiano Team superaram no tatame uma das melhores academias da capital especializada em artes marciais, a Gracie Barra, credenciada pela família Grace, pioneira do Jiu-Jitsu no país. Outras academias também passearam pela GB, e não era difícil ver atletas com os braços amarrados com tipoias.

No tatame a Cristiano Team atropelou e passou fácil pelos atletas da Gracie Barra, foram  4 vitórias, pelo menos deveria ser, não fosse os juízes desclassificar dois atletas do mestre Cristiano. Mesmo com vitorias contundentes, os juízes entenderem que houve motivos para desclassificação.

Segundo a arbitragem, Eduardo, atleta da Cristiano team, depois de ter dominado Ricardo, da GB, teria comemorado a vitória de forma exagerada ao bater com as duas mãos no tatame e chamar “poxa”.

Já o atleta Vitor Sousa (Cristiano Team) finalizou Anderson (Gracie Barra) com um armlock, mas ele teria continuado a aplicar o golpe mesmo após o seu oponente ter batido. Segundo o arbitro.

Confusão

As decisões que acabaram a favorecer a Gracie Barra foram bastante contestada por alguns atletas, o que acabou gerando um princípio de confusão. De acordo com as informações que chegaram ao blog, a confusão teria sido incitada pelo faixa preta de Jiu-Jitsu  e lutador de MMA, Ivaldo Alves  e por Anderson Martins, também lutador de MMA.

Durante a confusão o lutador Anderson Martins chegou a ir para cima de um atleta faixa branca da Cristiano Team. Nesse momento atletas de várias academias invadiram a quadra. Ânimos controlados a competição recomeçou.

Após duas belas vitórias contra adversários mais fortes, um deles da GB, o novato faixa branca da Cristiano Team, Vitor Falcony, seguiu para a final. Mas foi orientado a não lutar, já que a final seria contra outro competidor da Grace Barra. O mestre Cristiano achou melhor que seu atleta não lutasse para evitar possíveis problemas.