Bomba! Suspeita de rombo milionário na folha de servidores de Zé Doca

A prefeita de Zé Doca Josinha Cunha (PR) está realizando uma auditoria na folha de pagamento dos servidores públicos do município de Zé Doca. O serviço de auditoria realizado compreende a análise minuciosa dos procedimentos internos relativos à folha de pagamento de pessoal (forma de apuração, lançamentos, apontamentos, etc.) conferindo o aspecto legal (de direito) em relação aos valores pagos e descontados (benefícios, contribuições, etc.) em folha de pagamento. Uma equipe formada por contadores, advogados entre outros profissionais esta passando um “pente fino” na situação dos servidores. Segundo informações há indícios de um rombo milionário na folha dos servidores como pagamento de proventos ilegais, funcionários “fantasmas”, portarias de nomeações fraudadas dentre outras irregularidades. A prefeitura de Zé Doca esta realizando um recadastramento que serve para dar um panorama da situação dos servidores municipais ao administrador. É fundamental a atualização dos dados dos servidores públicos municipais titulares de cargos públicos, de provimentos efetivo que para esse objetivo se faz necessário a identificação do servidor, do seu perfil funcional, da sua lotação (local de trabalho), seu enquadramento funcional entre outras informações de extrema importância para o bom andamento da máquina administrativa. Penalidades

A prefeita Josinha Cunha adiantou que vai coibir qualquer tipo ilegalidade e os casos que forem identificados pela auditoria serão encaminhados aos órgãos competentes onde serão tomadas as providencias cabíveis, entre elas a devolução do dinheiro aos cofres públicos. Josinha Cunha ainda adiantou que o seu governo será dentro da legalidade e transparência, combatendo fraudes em todos os sentidos, inclusive na folha de pagamento, o que causa um entrave na administração, pois quando alguém recebe sem merecer o município como um todo é penalizado. (Da assessoria)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *